Thiago Mota Torres

Artista da dança, Professor, Dramaturgista, Diretor de arte, Diretor de cena. É Mestre em Artes e Bacharel em Dança pela UFC. Atua profissionalmente na dança desde 2005, hoje é pesquisador e investiga os dramaturgismos do corpo e suas interfaces de criação.

Site: https://www.facebook.com/torresmthiago

E-mail: thiagotorres021@gmail.com

Telefone Público: (85) 98672-0715

Endereço: Rua Antônio Furtado, 220, Altos, Joaquim Távora, 60130-230, Fortaleza, CE

CEP: 60130-230

Logradouro: Rua Antônio Furtado

Número: 220

Complemento: Altos

Bairro: Joaquim Távora

Município: Fortaleza

Estado: CE

Descrição

Thiago Mota Torres atua como profissional da dança desde 2005 e atualmente é professor substituto da Universidade Federal do Ceará pelos cursos de Graduação em dança (Licenciatura e Bacharelado). Pertenceu a grupos e Cias de danças de salão, danças populares e jazz em Fortaleza no período de 2005 a 2011. No ano de 2012 entrou para o curso de Bacharelado em Dança da UFC, recebendo o título de bacharel no ano de 2016. É Mestre em Artes também pela mesma Universidade pelo PPg Em Artes tendo como pesquisa a área do dramaturgismo em dança no processo de criação e a escrita de processo. Em 2020/2021 foi professor dos módulos ‘Dramaturgia da Dança I’ pelos Cursos Técnicos em Dança do Centro Cultural do Bom Jardim e do Porto Iracema das Artes. No meio acadêmico de produção e pesquisa artística, obteve experiências em dança contemporânea além de estagiar ao lado de Paulo Caldas (2015) e Thereza Rocha (2018). Hoje se encontra como pesquisador em dança tendo como linha de pesquisa os estudos sobre dramaturgismo do corpo, história da dança e políticas da coreografia.
Dentre as principais produções realizadas nos últimos anos e apresentadas em circuitos artítsticos, festivais e mostras, podemos citar: Dança Imaginária pelo projeto “A sociedade” (Die Gesellschaft) ao lado de Neto Machado e Jorge Alencar e apresentado no Theater Rampe em Stuttgart (ALE) (2021); Tudo o que tiver de ser, será? (Plataforma Eu Só Trabalho Com Referência!) Websérie desenvolvida no Laboratório de Dança do Porto Iracema das Artes ao lado de Janaína Bento, Vince Rodrig e com tutoria de Neto Machado (BA) (2020/2021). Dramaturgista do trabalho multimídia @contra_self de Elidiana Lima apresentado na Mostra on-line Vai Dar Videodança categoria Fica em Casa e no festival on-line Videodança em Casa pelo Dança em Foco (2020). Dramaturgista do espetáculo ABAPORU com direção de Andreia Pires e elenco das Graduações em Dança apresentado no Porto Dragão (2019 e 2020). Criador-intérprete no trabalho Ausência, dirigido por Daphnis Kokkinos (ALE/GRE) pela TanzTheater Wuppertal Pina Bausch apresentado na XII Bienal Internacional de Dança do Ceará (2019). Criador-intérprete da aula-performance PassAção com Janaína Bento e Robert (Plataforma Eu Só Trabalho Com Referência!) Na residência do Karthaz Studio (2019). Performer do trabalho Escritas dançadas: Notas sobre os instantes apresentada na 1° exposição Internacional Mapas de um Mundo Ausente no MAUC (2018). Dramaturgista do espetáculo UM (2018) e MASQUÉ (2017) do Studio de dança Lia Ary. Diretor/Dramaturgista/Criador-intérprete do solo Quantas danças dura um Café? Apresentado no Theatro José de Alencar (2017), Bienal Internacional de dança do Ceará de Par em Par (2018) e na Temporada da Arte Cearense pelo Centro Dragão do Mar de Arte e cultura (2019). Foi dramaturgista do espetáculo Do Que Não Foi Feito Pra Durar apresentado na temporada do Theatro José de Alencar (2017). Foi Diretor/Dramaturgista do espetáculo Antes Só apresentado no Maloca do Dragão (2016); da temporada Antes Só no Teatro Universitário Paschoal Carlos Magno (2016) e também da curta temporada do mesmo espetáculo no teatro SESC/Iracema (2016 e 2015). Além disso, apresentou-se com o trabalho [EN]LINHAS na Temporada das Artes Cearenses dentro do programa Quinta com Dança experimental no Teatro do Dragão do Mar (2015). Participou do espetáculo UM XIS no Teatro Dragão do Mar pela X Bienal Internacional de Dança do Ceará e do espetáculo UM XIS no teatro Dragão do Mar de Arte e Cultura (2015). Participou da programação do Centro Cultural Banco do Nordeste (2014) com o espetáculo AMOR; também da programação do Teatro Carlos Câmara com o mesmo espetáculo; da Bienal Internacional de dança do Ceará de Par em Par com o mesmo trabalho (2014). Participou do II Festival de Arte Contemporânea em São Luis - MA com os trabalhos [EN]LINHAS e Mandala (2014). Participou do IV Manifesta Festival das Artes com os trabalhos Mandala pelo #Corpóreos e [EN]LINHAS, produções em parceria com Janaína Bento (2013).

Vídeos

Galeria

evento entre e Baixar Planilha

Nome:

E-mail:

Tipo:

Mensagem:

Enviando mensagem

Enviando mensagem